18/07/09

NELSON MANDELA - PARABÉNS



Nelson Rolihlahla Mandela nasceu em 18 de julho 1918, próximo a Umtata, capital da reserva de Transkei. FAZ HOJE 91 ANOS.
Pertencia à família real da tribo themba, chefiada por seu pai, Henry Gadla Mandela. Sua mãe chamava-se Nosekeni. Quando Nelson Mandela tinha doze anos, ficou órfão de pai, do qual era filho único, sendo deixado aos cuidados do chefe da sua tribo. Estudou numa escola metodista e depois em Fort Hare College, em Alice, cidade ao leste do Cabo da Boa Esperança.
Nelson aos vinte e três anos de idade, decidiu fugir para Johannesburgo. Apesar de sua formação, o máximo que conseguiu foi um cargo de vigia nocturno numa mina de ouro. Mais tarde, Mandela fez amizade com Walter Sisulo, dono de uma pequena imobiliária, que prestou a ele ajuda financeira e conseguiu-lhe um emprego a fim de que voltasse a estudar Direito. Casou-se com Evelyn Ntoko Mase, uma enfermeira, indo morar com ela em Soweto.
Em 1943 (ainda eu não era nascida) por convite de Walter Sisulo, uniu-se ao Congresso Nacional Africano (CNA), uma organização negra que tinha como principal objetivo por um fim no apartheid.
Passou quase 27 anos na prisão e 67 a lutar contra o apartheid. O país que lhe deve uma democracia não racial vai dar-lhe os parabéns tendo em mente esta luta. Um pouco por todo o lado, a população vai dedicar 67 minutos a fazer qualquer coisa pela comunidade. Há quem se tenha disposto a ler o jornal para idosos colocados em lares, outros que vão ajudar a colocar uma nova vedação em escolas. Mandela é um dos grandes nomes do século XX, Prémio Nobel da Paz de 1993. Não espanta, por isso, que o seu nome seja celebrado este sábado por todo o planeta, com pequenos gestos de gente comum ou galas em Nova Iorque.


Após o fim do mandato de presidente, em 1999, Mandela voltou-se para a causa de diversas organizações sociais e de direitos humanos. Ele recebeu muitas distinções no exterior, incluindo a Ordem de St. John, da rainha Isabel II. Ele é uma das duas únicas pessoas de origem não-indiana a receber o Bharat Ratna - distinção mais alta da Índia - em 1990. (A outra pessoa não-indiana é a Madre Teresa de Calcutá.) Em 2001 tornou-se cidadão honorário do Canadá e também um dos poucos líderes estrangeiros a receber a Ordem do Canadá. Em 2003, Mandela anunciou seu apoio à campanha de arrecadação de fundos contra a SIDA chamada 46664 - número que lembra a sua matrícula prisional.
Nelson Mandela casou-se três vezes. A primeira esposa de Mandela foi Evelyn Ntoko Mase, da qual se divorciou em 1957 após 13 anos de casamento. Depois casou-se com Winie Madikizela, e com ela ficou 38 anos, divorciando-se em 1996, com divergências políticas entre o casal vindo a público. No seu 80º aniversário, Mandela casou-se
com Graça Machel, viúva de Samora Machel, antigo presidente moçambicano e aliado do CNA.
Frase de Nelson Mandela:

Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar. Assim fala o líder Nelson Mandela. (imagens da net)

7 comentários:

Paula Raposo disse...

Um Homem que pertence à História e a História faz-se de Homens. Beijos.

gaivota disse...

um homem diferente, um historial a recordar sempre e a ter que seguir em tantos modos de estar e de viver, de sedntir, de saber, mas...
já sabes há "gentes diferentes"...
beijinhos

pin gente disse...

não sabia... li aqui.
obrigada!
abraço
luísa

peciscas disse...

Um exemplo!
Se todos os que se dedicam à política tivessem por base os ideais e valores de Mandela, certamente que o mundo seria diferente.

Baby disse...

E nunca é tarde para aprendermos a amar, derrotando assim os ódios armazenados.
E não desistas nunca de perguntar, mesmo que seja apenas a ti mesma, para que encontres o caminho certo, que te leve ao lugar certo.
Um abraço amigo.

Filoxera disse...

Também há um ano assinalei a data.
Beijinhos amigos.

Å®t Øf £övë disse...

Tulipa,
Nelson Mandela é e será sempre uma figura incontronável da história da humanidade.
Bom fds.
Bjs.