23/10/10

DESPERTAR DA MINHA CONSCIÊNCIA




De quando em vez…preciso de parar e reflectir para o “Despertar da minha Consciência”, do meu próprio ser, o resgate da minha individualidade psicológica.

Pretendo com isso tornar-me mais consciente de mim mesma, do meu mundo interior, das coisas que me cercam, do universo, ampliando a minha capacidade de sentir, tornando-me mais lúcida, com maior capacidade de amar e partilhar...

Todos queremos a paz, a liberdade, a felicidade e o bem estar. Porém, quanto mais buscamos estes valores, mais nos parecem ideais distantes, tanto a nível individual, como a nível da sociedade em que nos inserimos.
Uma breve reflexão é necessária, para que possamos compreender estes dilemas.

O EXTERIOR É O REFLEXO DO NOSSO INTERIOR.
Muitas vezes buscamos nas coisas externas as explicações, as justificativas e até mesmo as evasivas para os problemas que nos cercam, que nos atribulam, problemas familiares, no trabalho e no nosso meio social.
Ansiosos, stressados, preocupados demais, esquecemo-nos de nós mesmos, do nosso mundo interior, com seus diversos aspectos psicológicos.
Não percebemos que enquanto acontecem os eventos externos, ao mesmo tempo, naquele mesmo instante, estão acontecendo os problemas interiores.

Perceber esta relação, este movimento interior psicológico, é a base de todo trabalho de desenvolvimento interior... a isto se chama auto-observação.

Posso dar um exemplo... Se estiver discutindo com alguma pessoa a respeito de determinado assunto ou questão que me desagrada e neste momento dirijo minha atenção ao meu interior, percebo que na mente surgem pensamentos, emoções, como se outras pessoas falassem dentro de mim e por mim, ou agredindo, ou tomando partido ou considerando com sarcasmo algum tópico da discussão; muitas vezes, uma coisa trivial, um facto insignificante, causa dentro de nós uma verdadeira avalanche de sentimentos e pensamentos...
Assim é o nosso mundo interior naquele momento, reflectindo e sendo reflectido...


A nossa mente trabalha de uma forma ininterrupta, como um gravador com a tecla STOP partida, sem controle. Podemos perceber com mais clareza este processo à noite, quando queremos dormir e vem as preocupações em forma de pensamentos e os compromissos do dia seguinte, que não param de surgir na nossa mente, não nos deixando descansar, martelando sistematicamente, esgotando as nossas últimas energias.

Ora, se os nossos aspectos mentais reflectem esta desorganização, se o nosso interior está repleto de insatisfações, negativismo, ódios e exteriormente reflectimos sofrimentos, tristezas, acontecem problemas, ficamos longe da paz e do bem estar...
E, era assim que eu estava! Muitas coisas foram acontecendo, no meu local de trabalho, na minha vida familiar e social.
Amigas e familiares me decepcionando, magoando-me.
EU TINHA QUE REAGIR…parar e afastar-me. Eu não chamo a isto “fugir”, mas afastar-me do quotidiano, esquecer problemas de saúde, idas aos médicos, tudo, tudo, tudo.

Para que possamos mudar o destino das nossas vidas para melhor, necessitamos mudar o nosso interior, mudar nossos aspectos psicológicos...
Isto requer acção, e acção imediata.
E, ficando no mesmo lugar físico onde as coisas más acontecem, vou continuar a lidar com elas a todo o instante, por isso, há que “partir”, sim…ir em busca de paz interior para longe.
Foi o que fiz!
E, como foi bom.
Muito bom mesmo!!!
Conheci outras pessoas, convivi com outras culturas e vi paisagens e lugares maravilhosos. Estou com as baterias recarregadas para algum tempo (creio eu…).

13 comentários:

tulipa disse...

Só hoje pude voltar a fazer um post, mas tive que fazer de uma forma como "NUNCA antes tinha feito"...
isso originou que eu não posso escolher o tipo de letra, justificar o texto,
escolher a cor da letra, enfim...
um sem número de diferenças que não me agradam, de todo.

Quem sabe, não será este o ponto de partida para eu "desistir" da blogosfera...

Peço desculpa a quem me visita, se a aparência do post não for a mais aceitável, mas...muito sinceramente, não consigo fazer melhor.

Pelos caminhos da vida. disse...

Vc não vai desistir da blogsfera, não vejo nada de errado em seus posts, o visual do blog está lindo, vamos fazer o seguinte aqui segue meu e-mail e toda a dúvida que vc tiver pode me perguntar, tudo o que aprendi aqui ensinarei vc mas só se vc me prometer que não vai fechar esse blog, vc promete?

Meu e-mail é: anaamgs@hotmail.com

Fico aguardando e será um prazer te ajudar, pois o que sei até hoje aprendi com os amigos blogueiros e, o que eu não souber tenho uma amiga que tenho certeza de que irá ajudar a deixar esse blog do jeitinho que vc quer.
O visual do meu não sou eu que mudo e sim essa amiga minha que por sinal ela é madrinha do meu blog e ela já reformou muitos blogs e as pessoas ficaram muito contente com o trabalho.

Um gde abraço.

Um bom domingo pra vc.

beijooo.

Pena disse...

Oh, Estimada e Linda Amiga:
Registei:
"...Pretendo com isso tornar-me mais consciente de mim mesma, do meu mundo interior, das coisas que me cercam, do universo, ampliando a minha capacidade de sentir, tornando-me mais lúcida, com maior capacidade de amar e partilhar..."

VOCÊ fascina.
Parabéns pelo texto fantástico e notável.
Tem um don: ENCANTA!
Beijinhos amigos ao seu talento, bem como, a tudo o que concebe de forma terna e maravilhosa.
Com respeito e admiração por si, constantes.
Sempre a lê-la com atenção.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua simpatia no meu blogue que não comentou o que escrevi. Falou somente de si.
É perfeita.
Adorei.

Eduardo Aleixo disse...

Gostei de te ler e do propósito de mergulhares em ti para melhor te conheceres e seres cada vez mais bonita por dentro. É um trabalho que também me empenho em fazer. Recebe um beijinho. E bom domingo.

OUTONO disse...

Nunca desistas...
O post está lindo!
Beijinho.

O Guardião disse...

Parar e reflectir faz bem e é agradável conseguir sentir-se levezinho e com novas energias. Ainda bem que foi uma pausa com resultados positivos.
Abandonar a blogosfera? Por favor, não. Se é por causa de problemas com o blogue, há sempre uma solução radical mas de continuidade, fazer um novo!
Cumps

gaivota disse...

é bom "fugir" um pouco e haver o reencontro de nós próprios!
não desistas, tulipa, vai aparecendo que é sempre bom ler-te...
beijinhos

Mauro S disse...

Q bom que de alguma forma pude te ajudar, mas não desiste da blogosfera, insiste, busca ajuda do Blogger, fóruns, contato com outros blogueiros, visita o Dicas Blogger, http://www.dicasblogger.com.br/ (blog) sempre tem uma sugestão interessante.
Sobre blog de pezinhos, aqui, tem um ou outro, uns três, mas flogs estão espalhados por toda a internet.
Obrigado!
Abraços, Mauro

Mauro S disse...

http://www.dicasblogger.com.br/

Mauro S disse...

Entrei em contato com o Dicas Blogger, copiei uma parte daquilo que enviastes a mim, em comentário, deixei o endereço do teu blog, se ele te ajudar me diz depois, se ele souber também.
Beijos, Mauro

Rosa dos Ventos disse...

Sorte a tua que podes partir!
Eu parto, permanecendo...

Abraço

São disse...

Desistir? N-ao, minha linda, isso não é próprio de uma pessoa como tu, que tanta força tens mostrado ao longo do tempo.

Um abraço grande.

Sofá Amarelo disse...

Queremos ver as fotos, ou melhor, a maneira única como tu sabes olhar o Mundo...

Muitos beijinhos e bom regresso!