03/11/08

...sem título...

As "Tulipas" também murcham...

15 comentários:

Maria disse...

... se não forem regadas...
Ergue-te de novo, que a vida lá fora (e aí dentro) precisa de ti.

Boa semana, e um beijo

peciscas disse...

Murcham mas renascem!

Filoxera disse...

Eu sei... Aguardaremos melhores dias, não é?

ShiningMoon disse...

Sim, pois murcham...
Mas, quando chega o Sol depois de uma noite de chuva, as suas sementes geram novas tulipas lindas, viçosas e cheias de energia!!!
Bjitos.

gaivota disse...

pois murcham, minha linda,
mas continuam sempre com vida e com força para ultrapassar o "frio"
beijinhos

Jorge P.G disse...

Ah pois murcham, sim, mas por cada uma que adormece outra logo se levanta e nos dá a alegria da sua vida colorida!

Acorda a que tens em ti.

Um abraço do Sineiro. (um tal Jorge P.G.)

Maria Valadas disse...

"As tulipas também murcham", assim como em tudo na vida..

A tulipa é a minha flor preferida, enquanto, estão viçosas, deslumbram o olhar.

Obrigada....Tulipa.

Ana disse...

É preciso coragem para acreditar que murcham umas, mas renascem outras. Força, amiga.
Um beijo.

Baby disse...

As tulipas também murcham, é verdade, mas todos os dias renascem, plenas de cor e beleza. Assim é a vida, há sempre um novo dia, basta que queiramos olhá-lo de frente, quer seja soalheiro ou chuvoso, ele ali está, para que o vivamos com esperança, com fé e com vontade, ACREDITA!

Beijinhos

elvira carvalho disse...

E nós murchamos com elas? Não. Busque em si alguma força para se erguer, e se não a encontrar, transforme a fraqueza em força. Atrás de tempo, tempo vem, e amanhã será um novo dia. A vida está complicada para quase toda a gente, mas não pudemos desistir.
Deixo-lhe um abraço, e votos de bom fim de semana.

Nilson Barcelli disse...

Que pena... eu pensei que fossem eternas como os diamantes...
Experimenta dar-lhes cachaça...
Beijinhos.

Zé Povinho disse...

A natureza renova-se, o ser humano amadurece. Quase me apetece citar a frase mais vezes repetida nos últimos dias: YES, WE CAN.
Abraço do Zé

Luis Eme disse...

e também arrebitam, se forem bem tratadas...

abraço Tulipa

Paula Raposo disse...

Talvez não...se as regarmos com todo o carinho. Beijos.

Verónica disse...

Que sensualidade! Que sensibilidade!Que fragilidade...
Beijinhos