17/02/10

UM POEMA / UMA FOTO / POR SEMANA


Movimento
Se tu és a égua de âmbar
eu sou o caminho de sangue
Se tu és o primeiro nevão
eu sou quem acende a fogueira da madrugada
Se tu és a torre da noite
eu sou o cravo ardendo em tua fronte
Se tu és a maré matutina
eu sou o grito do primeiro pássaro
Se tu és a cesta de laranjas
eu sou o punhal de sol
Se tu és o altar de pedra
eu sou a mão sacrílega
Se tu és a terra deitada
eu sou a cana verde
Se tu és o salto do vento
eu sou o fogo oculto
Se tu és a boca da água
eu sou a boca do musgo
Se tu és o bosque das nuvens
eu sou o machado que as corta
Se tu és a cidade profunda
eu sou a chuva da consagração
Se tu és a montanha amarela
eu sou os braços vermelhos do líquen
Se tu és o sol que se levanta
eu sou o caminho de sangue
Octavio Paz,
in "Salamandra"
Tinha dado início há algum tempo a uma nova rubrica, em que uso uma foto minha associada a uma poesia - vou passar a partilhar com todos vós, uma vez por semana (está prometido).

16 comentários:

Vicktor disse...

Querida Tulipa

Saúdo a continuidade de tal iniciativa. Por um lado partilhas uma bonita imagem, como o são todas, de tua autoria e um poema que sempre nos irá encantar.

É um excelente exercício de pesquiza e de análise que meritoriamente nos ofereces.

Bem Hajas!

Beijinhos.

Lídia Borges disse...

Obrigada por este poema tão bonito, hoje neste dia cinzento e triste.

L.B.

O Guardião disse...

A imagem aproveita um ângulo muito interesante, a poesia, essa não conhecia.
Cumps

Ana disse...

Excelente foto com uma perspectiva muito original. Belo poema. É sempre bom lembrar Octavio Paz.
Um beijo.

Lilá(s) disse...

A foto está excelente onde é?
Bjs

Sininho disse...

Foto lindíssima e o poema é um espanto. Obrigada

São disse...

Pois se a continuação for tão boa como o início, rrss, tens toda a minha aprovação!

Bom fim de semana.

Graça Pereira disse...

Foto belissima com um poema de excelência! Melhor, não podia ser...
Aplaudo esta tua iniciativa porque tem muito de criatividade...é para continuar, como prometeste!
beijocas
Graça

C Valente disse...

Bela foto, cá espero mais novidades, penso que a iniciativa é louvável
Saudações amigas

gaivota disse...

excelente ideia, ester, a foto está linda, como sempre e o poema muito bem escolhido, num ser tu/eu, assim!...
beijinhos

mfc disse...

Todos os "ses" são elogios que se adequam a quem os seleccionou.
A foto é muito boa.
Os claros escuros são sempre difíceis de contrabalançar.

Baby disse...

Bela a foto, como belo deve ser o hotel, maravilhosa a poesia que fala de Movimento.
Versos de grande riqueza, magistralmente contrapostos.
Tenho que pesquisar esse poeta Octavio, para mim quase desconhecido.
Obrigada pelo prazer que me proporcionaste.
Beijos.

Filoxera disse...

Vim matar saudades e conhecer a nova iniciativa.
Um beijo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá amiga Tulipa, como sempre bela fotografia...belo poema...Espectacular....
Beijos

bettips disse...

Acho uma bela ideia, de "repórter" dos olhos e das poesias.
Comigo é tb um pouco, a sensibilidade ao olhar e o que toca como um raio de sol no coração. Obrigada por perceberes.
Abçs

Duarte disse...

Trilogia perfeita.
Gostei

Beijinhos