04/03/10

UM POEMA / UMA FOTO / POR SEMANA

Esta semana a minha escolha recai sobre esta foto que captei no 1º encontro de fotógrafos que participei, no Parque dos Poetas, em Oeiras. Além de ser a caloira do grupo, nessa manhã choveu imenso e não ajudou muito para fazer fotografias boas. No entanto, gostei deste recanto, que parece em forma de coração, daí a minha escolha do poema de hoje.


"POEMA DO CORAÇÃO"
"Eu queria que o Amor estivesse realmente no coração,
e também a Bondade,
e a Sinceridade,
e tudo, e tudo o mais, tudo estivesse realmente no coração
Então poderia dizer-vos:
"Meus amados irmãos, falo-vos do coração",
ou então:
"com o coração nas mãos".
Mas o meu coração é como o dos compêndios
Tem duas válvulas ( a tricúspide e a mitral)
e os seus compartimentos (duas aurículas e dois ventrículos).
O sangue a circular contrai-os e distende-os
segundo a obrigação das leis dos movimentos.
Por vezes acontece
ver-se um homem, sem querer, com os lábios apertados
e uma lâmina baça e agreste, que endurece
a luz nos olhos em bisel cortados.
Parece então que o coração estremece.
Mas não.
Sabe-se, e muito bem, com fundamento prático,
que esse vento que sopra e ateia os incêndios,
é coisa do simpático.
Vem tudo nos compêndios.
Então meninos!
Vamos à lição!
Em quantas partes se divide o coração?"
(António Gedeão)

7 comentários:

Vicktor disse...

Querida Violeta

Bonita imagem que connosco partilhas...

...e quem melhor que Gedeão para petar esta fotografia...

Excelente convívio entre palavras e imagem.

Beijinhos.

rouxinol de Bernardim disse...

Olá:

António Gedeão era uma figura eclética, poeta, cientista, um ser humano fascinante.
Isto é uma amostra dessa polivalencia...

cmpts

Nilson Barcelli disse...

Apesar da chuva, a foto é muito boa.
E o poema que escolheste é um achado, porque "casa" na perfeição com a foto.
Querida amiga, bom fim de semana.
Um beijo.

Nilson Barcelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Filoxera disse...

Bonita foto. E o coração de Gedeão só vem realçar-lhe ainda mais a beleza.
Beijinhos.

Å®t Øf £övë disse...

Tulipa,
Para mim o coração é uno, e também pertença de uma só pessoa.
Bjs.

Duarte disse...

Como gostei deste recanto da nossa terra! Uma merecida homenagem aos poetas, a aquelas cabeças pensantes, para muitos desconhecidos... passei o tempo fazendo fotografias e lendo os poemas gravados no chão.
Então fiz um post com aquele conteúdo.

Um grande abraço