11/04/10

SONETO DE ABRIL


Estamos em Abril - Soneto de Abril é da autoria de Lêdo Ivo, que nasceu há 86 anos, em Maceió, Alagoas:
Agora que é abril, e o mar se ausenta,
secando-se em si mesmo como um pranto,
vejo que o amor que te dedico aumenta
seguindo a trilha de meu próprio espanto.
Em mim, o teu espírito apresenta
todas as sugestões de um doce encanto
que em minha fonte não se dessedenta
por não ser fonte d'água, mas de canto.
Agora que é abril, e vão morrer
as formosas canções dos outros meses,
assim te quero, mesmo que te escondas:
amar-te uma só vez todas as vezes
em que sou carne e gesto, e fenecer
como uma voz chamada pelas ondas.
(retirado do blog do meu amigo Fernando)
Foto minha - escolhi esta foto para ilustrar este belo soneto de amor, pois significa o amor em toda a sua plenitude, imagem de um casamento de família.

18 comentários:

Lídia Borges disse...

Um belo soneto, sim!
Também eu me espanto. É tão bom poder acreditar na eternidade do amor.

L.B.

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Só para lhe dizer que
inadvertidamente rejeitei o seu último comentário.
Foi sem querer.

Mas agradeço-o na mesma

Beijinhosss

Pelos caminhos da vida. disse...

Que lindo post e, que Swom de espaço, gostei.

beijooo.

Zé Povinho disse...

Um lindo poema de amor, acompanhado por uma fotografia bem apropriada.
Abraço do Zé

Pitanga Doce disse...

Lindo o poema linda a foto. Não vais acredita mas é assim que prendo meu cabelo quando vou aos casamentos. Com dois grampos de pedrinhas.

boa noite Tulipa

Pitanga Doce disse...

Acrescenta um R em acreditaR

Victor Gil disse...

Amiga.
Adoro sonetos. São simplesmente belos quando bem escritos. Este está bem escrito.
Beijos amiga.
Victor Gil

Baby disse...

Quando desponta a Primavera a nossa sensibilidade atinge o auge!
Querida Tulipa, que lindo poema escolheste, tão cheio de encanto e romantismo.
Por muito que a vida nos maltrate, nunca deixaremos de ser românticas, digo eu...

Obrigada pela tua visita que me dá sempre muita alegria.
Beijinhos.

Valéria Gomes disse...

Belo soneto! Senti a força do amor em cada palavra.

Belíssimo dia para ti!!!

Rosa dos Ventos disse...

Um belo poema de Abril, o mês de todas as esperanças!

Abraço

looking4good disse...

Obrigado querida amiga pela referência. Abril é um mês especial e através da poesia de Ledo Ivo ficamos também a saber «Agora que é abril, e o mar se ausenta,/
secando-se em si mesmo como um pranto,/vejo que o amor que te dedico aumenta/ seguindo a trilha de meu próprio espanto». Uma boa semana com sorrisos, flores e ... poesia.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Tulipa, bela fotografia...belo soneto de Abril, sempre com muita esperança....
Beijos

Ana disse...

Um belo soneto de esperança.

Que a primavera brilhe para ti, amiga.
Obrigada pela tua presença e um beijinho graaande.

O Guardião disse...

A esperança que desponta num soneto de Abril e numa fotografia dum momento em que tudo de melhor se deseja.
Cumps

gaivota disse...

lindo poema, cheio de mar...
beijinhos

Paula Raposo disse...

Lindo poema. Cheio de carinho. Obrigada pela partilha.
Beijos.

Multiolhares disse...

Mesmo muito bonito o poema a a foto a condizer
beijinhos

Pelos caminhos da vida. disse...

Quer saber porque vc é E-S-P-E-C-I-A-L???

Te espero lá no meu cantinho.

beijooo.