19/02/11

O TURISTA e...VENEZA

Título original:
The Tourist
De:Florian Henckel von Donnersmarck
Com:Angelina Jolie, Johnny Depp, Paul Bettany, Timothy Dalton, Steven Berkoff, Rufus Sewell, Christian de Sica
Género:Comédia, Thriller, Romance, Policial
Classificacao:M/12
Outros dados:FRA/EUA, 2010, Cores, 100 min.
Frank Tupelo (Johnny Depp), um professor de matemática americano em viagem pela Europa, é abordado por uma belíssima mulher no comboio que liga Paris a Veneza. Elise Clifton-Ward (Angelina Jolie) sedu-lo sem apelo nem agravo. Mas o que parece o florescer de um romance rapidamente se transforma numa perseguição que escapa ao seu entendimento e que envolve simultaneamente a Interpol e um perigoso gangue russo. E a misteriosa Elise parece querer esconder mais do que um passado sinuoso... Esta comédia policial adapta o filme de Jérôme Salle "Anthony Zimmer", com Angelina Jolie e Johnny Depp nos papéis criados originalmente por Sophie Marceau e Yvan Attal. Trata-se da segunda longa-metragem do cineasta alemão Florian Henckel von Donnersmarck, cuja aclamada estreia "A Vida dos Outros" venceu em 2007 o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. PÚBLICO





O Turista, filme com Angelina Jolie e Johnny Depp. Depp é o turista em questão, seduzido por uma infalível Angelina - ela vai usá-lo, ele vai se apaixonar e, então, ver-se envolvido em perseguições e crimes, já que terá a sua identidade confundida. O cenário é Veneza, na Itália - e Angelina, aparentemente, está sempre vestida para uma grande festa.
"O Turista" é uma promissora reunião de talentos e atracções: os astros Angelina Jolie e Johnny Depp juntos pela primeira vez; três vencedores do Oscar atrás dos bastidores - o director alemão Florian Henckel Von Donnersmarck (melhor filme estrangeiro em 2007, com "A Vida dos Outros") e os roteiristas Christopher McQuarrie ("Os Suspeitos") e Julian Fellowes ("Assassinato em Gosford Park"). Os cenários não poderiam ser mais bonitos - Paris e Veneza.
Elegância, a bem da verdade, não falta ao figurino de Elise Clifton-Ward (Angelina Jolie), uma bela mulher que está sendo atentamente vigiada pela Scotland Yard em Paris. O motivo - seu ex-amante, Alexander Pearce, que deu um golpe num banqueiro gangster, Reginald Shaw (Steven Berkoff), e sumiu com bilhões. Todos querem apanhar Pearce e sabem que a bela mulher é a melhor pista.

13 comentários:

tulipa disse...

Num determinado momento o esquivo ladrão manda notícias - e instrui, por carta, a amada a apanhar um comboio para Veneza, procurando iludir seus inevitáveis perseguidores de que algum homem a bordo é ele, já que o seu rosto é desconhecido da maioria deles. Elise segue as instruções e elege um desconhecido solitário de ar inocente. Ele é Frank Tupelo (Johnny Depp), um professor de matemática do Wisconsin, em viagem de férias para curar uma decepção amorosa. Qualquer homem do mundo teria que estar cego para ser indiferente ao charme da longilínea mulher fatal que se senta diante dele e dá todas as dicas de querer companhia para o jantar. Quem há-de resistir?

ManDrag disse...

Numa das minhas muito raríssimas idas ao cinema, assisti a este filme à dois dias, arrastado por uma amiga. Sem pretensões de ser uma obra-prima do cinema é, na verdade, um motivo para uma tarde bem passada, assim como um óptimo pretexto para rever Paris e Veneza. Congratulei-me por não ter que assistir a deslocadas cenas de sexo e de patéticas cenas de romantismo démodé de que o cinema americano é pródigo. Uff...!
Sim, a Angelina parece estar sempre vestida para uma festa. E nem é para menos, com aquele dinheiro todo vindo em catadupas não se sabe bem de onde... Assim também eu estaria sempre em comemoração! haha

Salutas!

xistosa - (josé torres) disse...

Fui um cinéfilo de tal modo viciado que cheguei a ver três filmes numa tarde e noite.
Dia que a minha mulher não tivesse aulas de tarde, era uma sessão dupla e até tripla.
Vi pequenas jóias (para mim, claro) que nem sequer tinha ouvido falar e vi filmes badalados de que não gostei.
Agora que tenho todo o tempo do mundo, (a m/mulher, está reformada mas ainda lecciona num colégio), há mais de um ano que não vou ao cinema.
Porquê?
Nem eu sei; serão vontades que se perdem, prazeres que se desvanecem;
tenho dois canais de filmes, mas nem "de borla"...
Talvez esquecimento.
A Internet subverteu-me o tempo e fui seduzido.
Passo os dias a tentar escrever algo, a tentar que os gatos das minhas vizinhas não "esgadanhem" as minhas plantas mais preciosas e as 'matem', ver chover como já não via desde que estive em África (na tropa)... ver o pôr-do-sol, que o levante só muito esporadicamente, deixar que o meu estro delire...
Cozinhar... um dos meus maiores prazeres...
A vida é este conjunto de pequenos sublimações que só o são individualmente ou individualizadas.
Mesmo assim o tempo é curto para fazer o que aparece cada dia.
Um bom domingo.

(não aparecia porque perdi o GPS para cá; perdi a orientação e tudo o que tinha num disco que se avariou e os favoritos foram-se... .
Confiar em máquinas foi a minha desilusão. Foram-se poemas e 'escritos' que nunca mais vou recontituir
Mas vou colocar o link na parte esquerda da minha casa.)
Um abração.

mfc disse...

É sempre agradável revermos num filme lugares que nos fizeram sorrir.

Catarina disse...

Olá Tulipa.
Vi o filme há talvez um mês e gostei. Gostei apenas porque revi Paris e Veneza que tanto gosto e, evidentemente, para olhar para o Johnny Depp – embora não estivesse no seu melhor neste filme! Frivolidades, é certo, mas foi uma hora e tal bem passada! Não percebi por que o filme foi nomeado para um Golden Gold Award mas enfim...

tulipa disse...

OPINIÕES
UNS GOSTAM OUTROS NÃO...
EU GOSTEI!!!

“O Turista” vale pela leveza e pelas belas cenas de Veneza.
E quem é Frank (Depp)? Apenas um turista de ar triste e coração amargurado. Como não se impressionar com uma mulher como Elise que, além de bela e desenvolta, ainda se hospeda em Veneza no Hotel Danieli, em pleno Grande Canal?
Eis aí a chave do filme: veículo para uma mulher linda e que domina todas as cenas. O resultado é um trabalho competente, com algumas sequências interessantes.

tulipa disse...

Considerando apenas o filme “O Turista” fica na média dos filmes que misturam romance com thriller de espionagem, e ainda tem o plus de ser emoldurado pelos misteriosos canais de Veneza. Johnny Depp é Frank, um pacato professor americano que vai à Europa tirar férias e esquecer um amor perdido. No trem que o levará a Veneza, uma bela mulher cruza seu caminho e o arrasta para um perigoso jogo de sedução e intrigas. Frank se apaixona por Elise, mesmo sabendo que ela está apenas usando-o como isca para desviar a atenção das autoridades e de perigosos mafiosos do homem que ela ama.
O filme desenvolve-se em torno de duas vertentes: a intriga policial e a sedução amorosa.
Angelina Jolie faz o que sabe fazer melhor:
ser bonita, sexy e arrancar suspiros.
Enquanto isso, Johnny Depp parece pouco confortável no papel de homem comum, submisso e tímido. Claro que o personagem em alguns momentos beira o ridículo, como na cena em que ele salta de pijama pelos telhados da cidade.
O filme diverte.
Seja pelo bom ritmo, seja pelo deslumbrante cenário, O Turista funciona como diversão ligeira sem compromisso.

looking4good disse...

Eu já vi este filme e "...funciona como diversão ligeira sem compromisso". Estou de acordo. Um entretenimento descomprometido... mas não considero grande filme. Então quanto à coerência do argumento...
Revi Veneza, que por muitas críticas que lhe façam, deixa sempre marcas. Um bom fim de semana, com flores, sorrisos e ...poesia (também pode ser cinema!...)

Nilson Barcelli disse...



Os meus beijos,
prometo,
não serão a miragem com ruído
à porta do teu olhar.
Nos teus lábios,
serão preces fiéis
ao perfume das giestas nos lençóis,
ao canto do pássaro cinzento
do nosso próprio (des)Norte,
que de triste se faz Sol.

Os meus beijos,
prometo,
terão na tua pele o fogo
em que me deito e levanto.
Dar-te-ão a adrenalina,
a asfixia, uma pele de galinha
durante a queda no abismo.
Serão de mel,
ouvirás a flor que desabrocha
no pulsar vivo da luz.

Nilson Barcelli




Não vi o filme. Mas vou ver...

Querida amiga, bom resto de Domingo e boa semana.
Beijos.

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

Depois duma ausência forçada

aqui, estou de novo, aos pouquinhos,

a visitar os amigos.

As minhas saudações.

aflores disse...

Gostei muito, do filme e...da Jolie ;):)

Tudo de bom.

xistosa - (josé torres) disse...

Vim espreitar com "Turista Acidental"
Vou.
Cumprimentos e uma boa semana.

rosa dourada/ondina azul disse...

Vi este filme, e gostei muito da interpretação dos Actores.
Gostei de ver Paris e Veneza.

Obrigada, Tulipa, por trazeres até aqui:)
beijo te deixo,