25/02/11

PIERRE AUGUSTE-RENOIR - Efemérides deste dia


EFEMÉRIDES DO DIA 25 de Fevereiro:
• 1836 - É patenteado o primeiro revólver, pelo norte-americano Samuel Colt.
• 1991 - Os países do Pacto de Varsóvia aprovam a dissolução da organização militar criada em 1955, em resposta à Organização do Tratado do Atlântico Norte.
Nasceram neste dia…
• 1841 - Pierre-Auguste Renoir, pintor impressionista francês (m. 1919).
• 1855 - Cesário Verde, poeta português (m. 1886).
• 1917 - Anthony Burgess, escritor britânico (m. 1993).
Morreram neste dia…
• 1558 - Leonor de Áustria, Rainha de Portugal e de França(n. 1498).
• 1945 - Mário de Andrade, escritor brasileiro (n. 1893).
• 1983 - Tennessee Williams, dramaturgo estadunidense (n. 1911).

ESCOLHI para o meu post de hoje PIERRE-AUGUSTE RENOIR.




PIERRE-AUGUSTE RENOIR (Limoges, 25 de fevereiro de 1841 — Cagnes-sur-Mer, 3 de Dezembro de 1919) foi um dos mais célebres pintores franceses e um dos mais importantes nomes do movimento impressionista.
Desde o princípio sua obra foi influenciada pelo sensualismo e pela elegância do rococó, embora não faltasse um pouco da delicadeza de seu ofício anterior como decorador de porcelana. Seu principal objetivo, como ele próprio afirmava, era conseguir realizar uma obra agradável aos olhos. Apesar de sua técnica ser essencialmente impressionista, Renoir nunca deixou de dar importância à forma - de fato, teve um período de rebeldia diante das obras de seus amigos, no qual se voltou para uma pintura mais figurativa, evidente na longa série Banhistas.
Mais tarde retomaria a plenitude da cor e recuperaria sua pincelada enérgica e ligeira, com motivos que lembram o mestre Ingres, por sua beleza e sensualidade.
A sua obra de maior impacto é Le Moulin de la Galette, em que conseguiu elaborar uma atmosfera de vivacidade e alegria à sombra refrescante de algumas árvores, aqui e ali intensamente azuis. Percebendo que traço firme e riqueza de colorido eram coisas incompatíveis, Renoir concentrou-se em combinar o que tinha aprendido sobre cor, durante seu período impressionista, com métodos tradicionais de aplicação de tinta. O resultado foi uma série de obras-primas bem no estilo Ticiano, assim como de Fragonard e Boucher, a quem ele admirava. Os trabalhos que Renoir incluiu em uma mostra individual de 70, organizada pelo marchand Paul Durand-Ruel, foram elogiados, e seu primeiro reconhecimento oficial veio quando o governo francês comprou Ao Piano, em 1892.
Período IMPRESSIONISTA:
No ano de 1875, Renoir vendeu "O passeio" por 1.200 francos. Com o dinheiro ele pode alugar um prédio maior em Montmartre onde ele pintou várias obras. Em 1876, Renoir pintou várias obras famosas: "Nu ao sol", "O balanço" e "Le moulin de la galette". A obra "Le moulin de la galette" foi exposto no terceiro salão alternativo dos impressionistas e trouxe-lhe grande reputação.
Período SECO:
Esse novo período em sua arte, de 1883 a 1887, ficou conhecido como período seco. Nesta nova fase não houve mais espaço para pintura ao ar livre. Renoir começaria a realizar estudos do qual surgiria uma de suas grandes obras: "As grandes banhistas" que só ficou pronta em 1887
Período IRIDESCENTE:
Chamada pelo pintor de período iridescente, a partir de 1889 Renoir mudaria novamente de estilo. Era uma fase de recuperação da liberdade da juventude. Em 1890, ele pintou "Duas meninas colhendo flores" e "No prado". Passou também a pintar muitos nus e retratos (ainda uma das maiores fontes económicas do pintor).

8 comentários:

tulipa disse...

Renoir nasceu em Limoges em 25 de fevereiro de 1841. Seu pai, Léonard, era alfaiate e sua mãe, Marguerite, costureira. Eram uma família de classe média e em 1844, mudaram-se para Paris para tentar uma vida melhor. Renoir estudou até os 13 anos, depois começou a trabalhar em uma fábrica de porcelana dos Irmãos Lévy onde pintava buquês e flores em artigos de porcelana. Ficou na fábrica até os 17 anos e depois foi trabalhar para M. Gilbert pintando temas religiosos vendidos a missionários e pintou em leques e tecidos que eram mais bem remunerados na época e que lhe permitiu juntar algumas economias.
Em 1862 após juntar dinheiro com seu trabalho, Renoir realiza seu sonho: aos 21 anos muda-se pra Parìs e entra para a École des Beaux-Arts de Paris ("Escola de belas artes"). Entrou também para o ateliê de Charles Gleyre. Assistindo às aulas no ateliê, além de aperfeiçoar a sua técnica, conquistou a amizade de Alfred Sisley, Monet e Bazille, com quem compartilhou dias de muita conversa e teorização em Paris e de árduo trabalho em Argenteuil, pintando ao ar livre.
Em 1863, Renoir abandonou a École des Beaux-Arts e passou a pintar ao ar livre em Fontainebleau. A sua primeira obra A Esmeralda entrou para o Salão em 1864, com ela Renoir conseguiu um certo sucesso. Porém após a exposição, Renoir destruiu-a. Em 1865, Renoir e seus amigos tornaram-se próximos de Manet depois, ele conseguiu uma certa noteriedade após expor as suas obras "Almoço na Relva" e "Olympia".

Catarina disse...

Também gosto de Renoir – sem ser desleal ao “meu” Vermeer - e o Le Moulin de la Galette é um dos quadros que mais aprecio. Há movimento e muita cor. Impressionante como se pode transmitir para a tela a sensação de movimento... de dança. Gostei muito do teu post.

mfc disse...

A minha escola de pintura preferida...
Foi um prazer rever estes ícones da pintura que sempre me acompanharam!

elvira carvalho disse...

Muito bom o post. Apesar de já conhecer o tema, (tenho as biografias de quase todos os grandes pintores) é sempre interessante ler posts com esta qualidade.
Abraço e uma boa semana

. intemporal . disse...

.

.

. bel.íssima esta página .

.

. tão dentro de nós . quando nos a.dentra.mos .

.

. uma boa semana, túlipa .

.

. e o beijinho de sempre .

.

.

Ser humano disse...

belas pinturas sim senhora. obrigada por partilhares prima.bjs

O Guardião disse...

Passei por cá ontem, sem tempo para o comentário, mas hoje fica aqui o meu obrigado por me recordar este excelente pintor e um pouco da sua obra.
Cumps

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Tulipa, como sempre belo post...Espectacular....
Cumprimentos