08/05/11

PHOTOWALKERS

Parecem turistas, mas não têm nada a ver com eles.
O exercício deles é fotografar, o alvo são cidades de norte a sul do país e o resultado é um grupo de amigos.
Também os há pelo mundo fora.
Já conhece os PHOTOWALKERS?



O conceito é simples.
Um passeio de máquina fotográfica em punho e, pelo caminho, perpetuar o que se vai vendo no grão da película fotográfica.
Porque essa é uma regra fundamental dos raides Photowalkers, que se realizam mensalmente em diversos pontos de Portugal e do planeta, nem sempre com a mesma periodicidade.
As máquinas analógicas continuam a ter muito uso e adeptos por aí.



Um domingo de sol, uma manhã na cidade.
Num cemitério, um jovem casal de namorados aproveita os primeiros raios, depois de uma noite chuvosa. A lógica aqui é ver as coisas pelo seu avesso, como a imagem invertida de uma lente, ou o retrato ainda e só no negativo.
O plano é entrar no mais famoso eléctrico de Lisboa, o 28, sair nos sítios mais emblemáticos da capital e, com olho de lince, apontar e disparar.



Um pouco de inglês permite descodificar esta actividade:
PHOTOWALKERS, passear e fotografar.
É isso que eu faço há uns 3 anos, passeio e fotografo.
Também adoro fotografar cidades. Nestas fotos, três imagens de Zagreb.

14 comentários:

tulipa disse...

A popularidade da fotografia digital, mais imediata e acessível às massas, desvalorizou a película e as máquinas analógicas, que a indústria praticamente já só produz para nichos reduzidíssimos, como coleccionadores.

Nos encontros mensais dos Photowalkers, os rolos de película são o ingrediente principal.

Há quem leve máquina digital, mas a maioria traz analógicas.
O resto da ementa não tem segredo.

Vai-se a um endereço na World Wide Web, no qual se aloja um fórum virtual, que mais cedo ou mais tarde é descoberto por gente que se interessa pelo tema e que, mesmo não se conhecendo antes, socializa através da Internet e desenvolve os seus interesses mutuamente, ainda que à distância.

Multiolhares disse...

a fotografia é algo que fazemos por amor, existe muita técnica também mas penso que o olhar certos pontos a sensibilidade do artista é que transforma as simples fotos em fotos especiais
beijos

Rafeiro Perfumado disse...

Eu faço isso sempre que viajo, simplesmente não é organizado! Beijoca!

Luís Coelho disse...

Confesso a minha ignorância.
Que termos que nos levam a pensar em extra terrestes...ufa...

Gosto de brincar com a minha máquina digital. Simples, prática e se os meus olhos não me enganam gosto de fixar uma rosa ou uma outra flor e procurar trazer para casa o jardim da rua....Como ficam belas as flores...

Pena disse...

Fantástica e Estimada Amiga:
"...Um passeio de máquina fotográfica em punho e, pelo caminho, perpetuar o que se vai vendo no grão da película fotográfica.
Porque essa é uma regra fundamental dos raides Photowalkers, que se realizam mensalmente em diversos pontos de Portugal e do planeta, nem sempre com a mesma periodicidade.
As máquinas analógicas continuam a ter muito uso e adeptos por aí..."

Desconhecia, mas já registei no meu caderno da vida que trago sempre comigo.
Realmente, a arte sublime dos Photowalkers é fabulosa.
Abraço amigo pelo que concebe de beleza.
Bem-Haja, pela simpatia no meu blogue que gostei muito.
Com respeito e sempre a admirá-la.
É genial.

pena

MUITO OBRIGADO pela visita.
Bem-Haja, notável amiga.
Adorei.

xistosa - (josé torres) disse...

Eu sou um selvagem.
Vejo aqui e "pumba!" uma foto...
Não tenho o "olho" felino que muitos possuem.
Há muitos, mas mesmo muitos anos, ganhei um prémio (já nem me recordo do que foi. Talvez uma piela ou mais do que isso, num tasco perto de mim. -rsrsrs-).
Com um miudito a colocar a "pilinha" e fazer xixi no tubo suporte/base de um guarda-sol.
Foi um milagre ter-me apercebido e ter uma Kodak à mão de semear.
De resto... bem, tirei dezenas de fotos ao 1º filho, mas a filha já não teve direito a tanto.
Depois foram diminuindo e apareceram as máquinas de filmar.
Eram fotos como um cometa, com uma cauda que até poderia dar um filme...
Mas sei que não nasci para isso.
Gostava e ainda gosto do preto e branco. (Até no cinema!!!)
Mas não sou nada que se recomende...
Ainda hoje, (não há muitos dias) quis colocar umas fotos de uma paella que fui fazer a Braga, mas tive vergonha do trabalho do fotógrafo e não as coloquei.
(o fotógrafo fui mim!!!)

Uma boa semana.

Catarina disse...

Claro que também sou uma photowalker mas com digital porque é mais prática e menos dispendiosa. Não entendo quase nada de fotografia. Mas gosto de fotografar o que quer que seja que me prenda a atenção. E depois, de uma maneira geral, fica como ficar sem retoques. Se uma foto tem pessoas – amigos, familiares, ou apenas passeantes – e se a quero publicar, então, faço-as desaparecer! A máquina anda sempre comigo... nunca se sabe quando vou encontrar algo que quero “prender” numa foto.

mfc disse...

Gostei muito da ideia.
Vou fazer uma busca na net e depois dou novidades.

Zé Povinho disse...

Já só uso as digitais mas o prazer de fotografar continua, e aproveito as poucas oportunidades para fotografar tudo o que me chama a atenção.
Boas fotografias por aqui, como habitualmente.
Abraço do Zé

São disse...

Agradeço a informação.

Posso sugerir uma cor mais escura para o texto, para que assim contraste um pouco mais com o fundo?

Abraço-a.

xistosa - (josé torres) disse...

Antes de dizer boa tarde, VINCULAR como minhas as palavras da São.
Um contraste um pouco mais contrastante seria alta contrastaria para o meu constrangido poder de "reclamar".
Mas para contrastar tudo isto, uma boa tarde.
Também fiquei dois ou três dias sem o blog.
Como não sou muito assíduo não sei exactamente quanto.
Sei que perdi os comentários e a m/resposta aos mesmos.
Mas, como não pago nada... 'laissez faire, laissez aller, laissez passer'.
A minha encarnação em taxista é muito mais proveitosa do que a m/vida real.
Há o "sentir do palpitar" do pessoal anónimo e a constante mudança de humor e amor... .
Bem, já chega... cumprimentos e um bom fim de semana.

xistosa - (josé torres) disse...

... e como o comentário lá em minha casa e esta visita aqui, me "auxiliou" numa outra viagem de táxi.
Então até já.

. intemporal . disse...

.

.

. assim sendo,,, .

.

. não fosse o não.tempo que tenho e seria também um "photowalker" .

.

.

. porque passear e fotografar é uma experiência arrebatadora .

.

.

. um bom fim.de.semana .

.

. um beijinho meu . sempre amigo .

.

.

Pena disse...

Já comentei, preciosa amiga talentosa.
OBRIGADO pela visita.
Abraço amigo

pena