10/10/09

HOMENAGEM À TÂNIA

Tânia
Faz hoje 1 ano que passei ao teu lado o último aniversário em vida. Sempre andamos juntas em momentos que dedicamos à cultura e ao lazer, éramos as únicas da família que tínhamos gostos idênticos. Acompanhaste-me a exposições, lançamentos de livros, cinema; eu acompanhei-te a feiras de artesanato, feiras de produtos naturais e biológicos, de alimentação saudável, de animais, de medicinas orientais, enfim…
Passaste-me o bichinho da blogosfera, porque sempre tive o gosto de escrever e tu apreciavas a minha escrita e incentivaste-me a criar um espaço onde pudesse pôr em prática aquilo que sei fazer, como escrever quando estou inspirada, fotografar…viajar pelo Mundo e passar os meus conhecimentos e vivências aos outros.
Por isso, em Agosto/2008 vi, pela 1ª vez, trabalhos meus de poesia publicados num livro e, faz hoje 1 ano, no dia do teu aniversário (26 anos) oferecei-te esse mesmo livro, para sentires que quando se quer, vamos à luta até conseguir concretizar os nossos sonhos. Foi isso que fiz, sem ajudas de ninguém, mas tudo partilhava contigo. Quando recebeste o livro vi um brilho nos teus olhos, jamais esquecerei esse “momento”.

Embora te apoiasse sempre, não me senti atraída para me inscrever no BookCrossing, pois obrigava-me a arranjar tempo para ler muitos livros e passá-los de seguida a outros bookcrossers e isso não me era possível fazer. Mas, sabia dos teus encontros, uma ou outra vez fui ver-te, lembro-me de um encontro na praia do Rosário, aqui bem perto de nossas casas e lembro-me de te ver sorrir. Eras super-feliz nesses “momentos”.
Através de centenas de manifestações lidas e ouvidas na tua partida, vi e senti quão importante foi a maneira como tocaste os corações de todos, os que viviam ao teu lado, os que te conheciam pessoalmente, os que apenas te conheciam de forma virtual, enfim…mesmo de outros países e outras culturas.
Li muitos recados deixados na blogosfera, houve um que me tocou de forma mais intensa e que aqui reproduzo: …”Quando soube a opinião do neurologista sobre o grau de coma dela e a extensão das lesões deixadas pelo AVC, passei uma madrugada a investigar informação sobre isso na internet. E o que aprendi nessa madrugada, deixou-me uma sensação muito forte de que a Tânia não ia querer acordar do coma para viver aprisionada num corpo que (quase) nada conseguiria fazer autonomamente - e sem sequer conseguir comunicar com o mundo, algo que ela fazia com tanta mestria!...”
Minha querida, um “grande amigo” recente, também da blogosfera, mas já real, em Abril passado, já depois da tua partida para sempre da minha vida, fez o percurso “Caminhos de Santiago” (não te conheceu pessoalmente, conheceu-te através de mim, do meu sofrimento, da partilha de emoções) e, juntamente com os seus companheiros de caminhada rezaram por ti e fizeram uma oferta pela tua alma, deixando no local um símbolo e umas florzinhas do campo.
LINDO, não é? Aqui estão duas imagens desse “momento”.
Lágrimas nos olhos, dor no coração, alma negra é a minha imagem sempre que a revolta me atormenta pela tua ausência física, no entanto, admito: como é incrível o poder das palavras, da partilha, da Amizade verdadeira, do pensamento, da força, da vontade!
Que a tua alma descanse em Paz.

31 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Segui de muito perto a corajosa caminhada da Tânia!
Descansa em paz, seguramente!

Abraço

Laura disse...

Não sem arrepios no corpo, na cabeça, na alma, li o que está escrito, ainda me lembro das dolorosas horas minha querida amiga, mas, como se diz, já que não há mais nada a dizer, a vida continuará, e amanhã nos iremos também viver na paz no amor e na luz, junto de todos os que amamos e nos amaram...
Linda homenagem à sobrinha querida, e lindo gesto de amor do amigo que por caminhos de Santiago, se lembrou das florzinhas do campo, as mais belas da natureza..Beijinhos e abraços de ternura, laura..

Maria Faia disse...

É verdade Amiga: " é incrível o poder das palavras, da partilha, da Amizade verdadeira, do pensamento, da força, da vontade!"
E, esta tua homenagem é bem o exemplo disso mesmo.
Aprendemos todos a viver com as perdas que vamos sofrendo ao longo da nossa caminhada e, a determinado momentos já as não sentimos como perdas porque as sentimos sempre junto de nós.

Um abraço amigo e solidário,

Maria Faia

EuE disse...

Olá!

Em comum temos o facto da Tânia nos ter trazido para a blogosfera, embora a mim em decurso de uma amizade virtual.

Era uma pessoa fantástica, uma amiga atenta, de quem tenho imensas saudades...

Li o seu post e apeteceu-me escrever algo, mas não sem bem o que dizer mais...

Bem, gostei de ler!...

Um abraço,

Raquel

Brancamar disse...

Tal como do outro lado, deixo-te aqui o meu abraço comovido e amigo.
Muito linda esta homenagem do teu amigo.
Beijinho grande para ti.

Paulo Sempre disse...

«Faz hoje 1 ano que passei ao teu lado o último aniversário em vida. Sempre andamos juntas em momentos que dedicamos à cultura e ao lazer, éramos as únicas da família que tínhamos gostos idênticos.»

Que grande sensibilidade esta neste relato...
A vida e a morte completam-se porque determinam o fim fisico do homem. Depois fica a saudade esse "deserto" maior....
E despois...tudo é diferente e cinzento...

Paulo

Violeta disse...

Imagino a tua dor; mas a homenagem é de uma sensibilidade arrepiante...
bjs

Quase nos 50 disse...

Já todos disseram o principal mas apenas quero acrescentar que aqueles que amamos não morrem enquanto houver alguém que os recorde.
E a Tânia tem muitos a recordá-la.
Um abraço

Pena disse...

Linda Amiga:
Hoje, fez-me comover. Que linda!
"...Através de centenas de manifestações lidas e ouvidas na tua partida, vi e senti quão importante foi a maneira como tocaste os corações de todos, os que viviam ao teu lado, os que te conheciam pessoalmente, os que apenas te conheciam de forma virtual, enfim…mesmo de outros países e outras culturas...."

Enternecedor.
Maravilhoso.
Que Deus a receba com todo o esplendor e aconchego.
Parabéns sinceros pela maravilhosa pessoa que é.
Beijinhos amigos. Muitos.
Com um respeito do tamanho do mundo.
Sempre a admirá-la.
Bem-Haja!


pena


Estou sensibilizado.
Silencio-me perante o ser humano fantástico que é.

Zé Povinho disse...

Na blogosfera aprendemos também a respeitar as decisões dos amigos virtuais, e a acompanhar as sua alegrias e tristezas um pouco como se fossem nossas. Há alguns momentos que nos marcam e atitudes que admiramos e a Tânia conseguiu tocar-me com a sua coragem e com a sua humanidade, que sobressai muito em momentos difíceis em que a tendênca é o desânimo.
A homenagem é oportuna e muito sentida, amiga.
Abraço do Zé

Paula Raposo disse...

E em silêncio deixo o meu beijo a uma estrela que brilha! Beijos.

Duarte disse...

Impressionei-me com tudo o que contaste e agora com o que nos contas: dói e entristece o silencio da sua ausência...

Um grande abraço fruto da emoção

gaivota disse...

como já disse, está "lá" um anjinho especial a velar por ti e por todos vós que a amaram e com ela viveram até ao fim, acompanhando esse imenso sofrimento com tanta dor...
sem mais palavaras, só desejo que esteja em paz, com muita paz e luz do Senhor
força, coragem
beijinhos

Filoxera disse...

Deixo-te um abraço, porque não encontro as palavras certas.
:-(

São disse...

Que esteja em paz, a Tânia.

E liberta do seu sofrimento também está.

Bom domingo.

Baby disse...

De certeza que a Tânia leu a tua mensagem e se sentiu compensada por tudo quanto te deu a ti e a todos os amigos que fez neste mundo.
Teve uma vida curta, mas muito preenchida, deixou muita coisa boa nos nossos corações e está em paz!
Assim seja, para sempre.

Beijinhos.

Sight Xperience disse...

Os peregrinos no Caminho de Santiago, praticam por vezes o “ritual” de carregar uma pedra na mochila durante parte do seu caminho e depois escolhem um local, geralmente, depois de uma penosa subida, para depositar a pedra sobre dos marcos indicativos, fazendo-o com uma intenção ou em nome de uma intenção. Esta é a razão porque se podem ver várias pedras sobre os marcos, nos vários Caminhos de Santiago.

A pedrita branca foi carregada na minha mochila...depois de uma longa subida, deparei com um lindo bosque e este marco. Colhi umas floritas silvestres no local que depositei com a pedra, a Tânia foi lembrada com uma simples oração.

Não conheci a Tânia, mas o que dela me foi dado a conhecer pela Tulipa, seria uma jovem talentosa e sensível...espero que onde quer que ela esteja, tenha apreciado este simples gesto amigo de solidariedade e em sua memória.

A blogosfera pode ser virtual, mas as pessoas que a fazem são reais. Por isso este e outros espaços transbordam dor, saudade, sensibilidade, poesia, vida e acima de tudo esperança!

Uma beijoca amiga Tupida e coragem, porque estamos...
Sempre a caminho!

Parapeito disse...

...Ela é Luz...

Dias cheios de brusas mansas para ti Tulipa*******

Fragmentos Betty Martins disse...

.________querida Tulipa





com toda a certeza______que a Tânia está em paz

.e

.é_________um anjo de luz





___________///








beijO_____ternO

peciscas disse...

Para quem, como nós, seguimos à distância, impotentes, o sofrimento da Tânia e a tua presença carinhosa, abnegada e constante junto dela, é sempre difícil ler estas evocações sem que uma emoção muito sentida nos abale.
A Tânia partiu, mas foi acompanhada por muito amor.
A vida, às vezes, prega-nos partidas inexplicáveis.
Serão, talvez, lições de que teremos de saber extrair algo de positivo, algo que, pese embora a dor que nos provoca, nos possa tornar melhores, mais justos, mais solidários.
E ssse, será, sempre, o legado da Tânia.

bettips disse...

...acompanhada de amor e lembrada por muitos, conhecidos ou não: esta a melhor Homenagem.
Abçs

Maria Clarinda disse...

E como Ela deve estar feliz com este teu post, com todas as demonstrações de ternura e carinho que se prepétuarão para sempre, pois Ela está em nós. Jinhos muitos

Pandora disse...

Os amigos não morrem...ficam para sempre no nosso coração.

Mas isso doi..muito, porque a saudade é dolorosa.
Mas acredito que de alguma forma os nossos queridos que já partiram estão algures a orar por nós, e a Tânia deve ser um anjo de quem Deus precisou lá no céu.

Beijos.

Carlos Albuquerque disse...

Só hoje aqui venho ler a homenagem à Tânia. Fiquei a conhecê-la, pelo que escreve. Alma grande! Também me tocou o coração. Se o mundo rodasse para trás, um pouco que fosse, a Tânia estaria a seu lado com um sorriso maior do que nunca.
Conheço essa dor da perda de um ente querido, já passei, e passo por ela.
Se a Tulipa me permite faço a sua homenagem igualmente minha.
BJS e um abraço, minha amiga.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Andei ausente da bloga durante o fds e só hoje tive oportunidade de ler esta linda homenagem que me comoveu.
Beijinho grande

Pitucha disse...

Saudades da Tânia.
Beijos

Gaspar de Jesus disse...

Olá Amiga
Vim agradecer a sua amável visita e deixar um grande, grande beijinho a repartir por si e pelo Anjo que partiu.
G.J.

Mário Margaride disse...

Querida amiga

Junto-me a ti a a todos quantos aqui estão, nesta linda e sentida homenagem à nossa querida Tânia.

Uma boa semana!

Beijinhos

Mário

amigona avó e a neta princesa disse...

Deixo-te um beijo emocionado...

Ana disse...

Uma homenagem sentida, à qual me associo.
Quando alguém parte e deixa um imenso vazio em todos os que a amaram, só a certeza de que se encontra numa Vida melhor pode trazer algum alívio.
Que a Tânia esteja em Paz.
Um beijo, amiga.

Ailime disse...

Uma sentida e comovente homenagem de quem tem ainda bem presente no seu coração as recordações da maravilhosa Tânia!
E que momentos preciosos partilharam em conjunto!
Que esses momentos sejam um conforto para a ajudar a suprir a presença física da Tânia!
Que ela descanse na Glória de Deus Pai.