13/06/10

BLOGAGEM COLECTIVA - SANTO ANTÓNIO - com o blog ZAMBEZIANA

Santo António de Lisboa, também chamado Santo Antônio de Pádua faleceu em Pádua, 13 de Junho de 1231, de seu nome de batismo Fernando de Bulhões, foi um Doutor da Igreja que viveu na viragem dos séculos XII e XIII.
Primeiramente foi frade
agostiniano, tendo ingressado como noviço (1210) no Convento de São Vicente de Fora, em Lisboa, tendo posteriormente ido para o Convento de Santa Cruz, em Coimbra, onde fez seus estudos de Direito. Tornou-se franciscano em 1220 e viajou muito, vivendo inicialmente em Portugal, depois na Itália e na França. No ano de 1221 passou a fazer parte do Capítulo Geral da Ordem de Assis, a convite do próprio Francisco, o fundador. Foi professor de Teologia e grande pregador. Foi convidado por São Francisco para pregar contra os Albigenses em França. Foi transferido depois para Bolonha e de seguida para Pádua. Bastante doente, faleceu a 13 de Junho de 1231 no Oratório de Arcela. Os seus restos mortais repousam na Basílica de Pádua, construída em sua memória.
Felizmente já tive o privilégio de estar na Basílica de Santo António de Pádua
, bem como em S. Francisco de Assis, quando visitei a Itália.
Decidi participar nesta "Blogagem Colectiva" e vou-me referir aos "Manjericos" talvez porque nunca tive um manjerico, nem me ofereceram nem o comprei.

Em Portugal, o manjerico é uma planta bastante associada com as festas de Santo António e de São João, realizadas em 13 de Junho e 24 de Junho, respectivamente, em vários municípios. Na tradição popular das festas em honra de Santo António em Lisboa, por exemplo, é costume os rapazes comprarem um manjerico num pequeno vaso, para oferecer à namorada, o qual traz uma bandeirinha com uma quadra popular, por vezes brejeira ou jocosa.

Sei que há quadras tão bonitas, vou aqui mostrar-vos algumas:
No Santo António enfeitado
Há cravos e manjericos
Sardinhas de cheiros encantados
Para os pobres e para os ricos.
Santo António, Santo António
Que tens tu de especial?
Só sei que na tua festa
Há alegria no arraial.
Ó meu rico Santo António
És um santo popular
Na tua festa não falta
Sardinha para assar.
Santo António, Santo António
Que bonito que tu és
Vou-te comprar um manjerico
E vou pô-lo a teus pés.
Ó meu rico Santo António
Tu estás muito calado
Quando estás à minha beira
Fico todo envergonhado.
PARA TERMINAR
UMA QUADRA AO GOSTO POPULAR:
Manjerico que te deram,
Manjerico que te deram,
Manjerico que te deram,
Amor que te querem dar...
Recebeste o manjerico.
O amor fica a esperar.

Quadras ao Gosto Popular.
Fernando Pessoa.
(6ª ed., 1973).

11 comentários:

tulipa disse...

Eu tentei fazer o post com intervalos entre as quadras, aliás, não tentei, eu fiz mesmo assim, com espaços...só que ao postar sairam as quadras todas juntas!!!
Peço desculpa, mas não sei o que aconteceu.

A 2ª imagem é um manjerico feito em ORIGAMI - sei que ainda estão abertas as inscrições para o work-shop de mangericos em Origami.
Não percam esta excelente ocasião para se iniciarem no "vício" desta maravilhosa arte japonesa de dobrar papel. A sessão decorrerá no próximo dia 19 pelas 10,30h no Centro Comercial das Galerias Lumière - R. das Oliveiras (frente ao Teatro Carlos Alberto - Porto).

Rosa Carioca disse...

Lindo post e ainda haveria muito para se falar sobre esse Santo...
Gosto muito de fazer origami e procuro passar esse prazer às minhas crianças.

Valéria Gomes disse...

Fiquei doida de vontade de receber um mangerico, mas estou no Brasil e não tenho namorado.
Feliz dia!!!

Beijocas!!!

Graça Pereira disse...

Querida Tulipa
Está lindissimo o teu post. Cheira a manjerico e a quadras populares que tenho a certeza (embora a história não o diga...)Santo António terá feito muitas...ás moças? á natureza? Ao amor? ao milagre da vida ? Não sei!


Tulipa é uma flor
Que António gosta tanto
Retribui com amor
No coração deste Santo!

Santo António é Amigo
e reuniu a Amizade
Olha o que eu te digo:
Sou Amiga e de verdade!

PARABENS e que o Santo António te proteja|
Beijocas
Graça/ZAMBEZIANA

Marliborges disse...

Sou louca por origami. Então fiz assim: primeiro me deliciei com a imagem, depois li o poema. Os dois são lindos. Hoje vou dobrar esse manjerico, (ah, se vou!) grande idéia. Bjsssss

Sofá Amarelo disse...

Fiz uma passagem muito fugaz pelas marchas quando saí do trabalho ontem, mas só fiz umas fotos dos bastidores.

As Marchas para mim tiveram muito significados nos anos de 2000 a 2007. Depois por razões que não vale a pena aqui referir deixaram de ter qualquer piada. Mas , acho que sim, que se divirtam.

Muitos beijinhos!!!

looking4good disse...

Espero que o Santo António tenha corrido da melhor maneira... assisti às marchas pela televisão! De resto, aqui no norte a atenção vai para o São João ... Uma boa semana com sorrisos, flores e ...poesia :)

Zé Povinho disse...

Falhei esta blogagem colectiva por razões diversas mas acabei por ler diversas. Um manjerico para si.
Abraço do Zé

Rosa dos Ventos disse...

Embora com a fé muito abalada tenho um carinho especial por Santo António!
Também gosto de manjericos, quando não compro eu um vasinho, tenho sempre um de oferta.
O que encontrei em casa depois de ter ido a Lisboa fazer exames de rotina ao HSM, na 2ª feira, tem a seguinte quadra:

Eu casei-me na tua capela
Num dia bonito e de calor
Levava um lenço na lapela,
O coração batia com fervor.

De facto casei numa capela de Santo António mas num dia frio e de chuva, era Dezembro, não admira...
Na lapela o noivo levava uma flor! :-))

Nota:
Também me acontece o mesmo com os espaços entre as estrofes, desconfio que só acontece quando coloco o poema ao centro...

Abraço

Graça Pereira disse...

Passei para saber de ti e deixar-te um beijo.
Graça

O Guardião disse...

Um saltinho aqui antes do S. João para deixar os meus cumprimentos.
Cumps